Assassino Psicótico,qual é ?

Posted in Uncategorized on 28/01/2010 by Jorge

Tudo errado.

Posted in Arte on 27/01/2010 by Jorge

Um palpite:
dando tudo errado,

GRITE!

Ulisses Tavares.

Esquenta da bateria

Posted in Uncategorized on 16/11/2009 by ilson

15_MHG_RIO_sambodromo_1502
Com o mês de novembro chegando ao fim, aproxima-se a epopéia de ensaios técnicos no sambódromo, então segue as datas que vão de 06/12 até o dia 07/02, quando a atual campeã irá fazer o teste de luz e som para o carnaval 2010:

Continue lendo

E por falar em saudade…

Posted in Uncategorized on 14/11/2009 by ilson

capacdescolade
Seguindo os preparativos do carnaval 2010, segue os hinos oficiais das escolas de samba do grupo A do rio de janeiro, gravado com o coro da comunidade e partes sem o acompanhamento da bateria na quadra do Leão do centro do rio, a G.R.E.S Estácio de Sá. Destaque para os sambas da Cubango, Inocentes e Império da Tijuca, além da boa reedição do samba da Caprichosos de 1985, que promete trazer de volta os bons tempos descontraídos e debochados da escola de Pilares na Sapucaí, destarte ser um samba de canto fácil.
Eis os links:

Continue lendo

Hakim Bey – Terrorismo Poético

Posted in Uncategorized on 06/11/2009 by Jorge

Hakim Bey, pseudônimo do escritor Peter Lamborn Wilson é um dos maiores autoridades do pensamento anarquista da atualidade,comparavél à Mikhail Bakunin e Noam Chomsky,tem como principais livros Zona Autônoma Temporária e CAOS: Terrorismo Poético e outros Crimes Exemplares.

Abaixo um trecho do segundo livro:

Continue lendo

Filmes que valem IV

Posted in Filmes, Filmes que valem with tags , , , , , on 03/11/2009 by Jorge

Oldboy

Oldboy

“Oldboy” é um filme impossível de se definir em uma única frase. O filme consegue unir em 119 minutos, questões como vingança, amor, ultra-violência, o tempo, a crise da vida moderna, a hipnose e obstinação, tudo isso envolto a tabus sexuais.
Continue lendo

Os Quadros Malditos.

Posted in Arte, Uncategorized with tags , , , , , , , , , , , , , , on 01/11/2009 by lenhadorvermelho

Com a atmosfera do “Dia das Bruxas” venho aqui escrever uma postagem funesta neste endereço quase morto.

Giovanni Bragolin,um pintor italiano,artista academico que trabalhou que fugiu para a Espanha durante a Segunda Guerra.

Sem sucesso e sem dinheiro,Bragolin,fez um pacto e prometeu pintar 27 quadros(outras fontes dizem 28) em troca de sucesso e dinheiro.Bragolin entao,escolheu pintar as crianças de um orfanato local que após pouco tempo do início do trabalho foi consumido em chamas por um incendio mal explicado.

Bragolin continuou o trabalho de pintar os quadros,partindo agora dos esboços feitos das crianças do orfanato,vendendo os quadros para turistas na Espanha e mais tarde em Veneza no pós-guerra.

Aqui podemos ver alguns desses quadros e provar da sua atmosfera sombria.

DSC00062

01_grande

Quadro_Vermelho_Medio

Sobre esse ultimo quadro podemos interpretar subliminarmente detalhes na pintura:

.Na altura do cotovelo direito da menina os rasgos do manto parecem sangue escorrendo.

Com a imagem deitada:Vemos um braço intencionalmente desproporcional ao corpo da menina,aparentemente carregando-a.

Salvando essa imagem e invertendo-a voce verá que a meninia parece deitada no chao com o braço sobre o corpo.

1.1

Na Europa houve o caso de um incendio que destruiu completamente a casa de uma familia,o unico objeto intacto apos o incendio foi uma imagem.

quadro europeu

A familia diz ter jogado a imagem no lixo semanas antes do incendio.Este incidente e a foto acima do quadro foram publicados em jornal.

Apos ficar sabendo da desgraça causada as familias que possuiam o quadro em suas casas,Bragolin aconselhou que todos que possuissem quadros(falsos ou nao)que os destruissem e tivessem certeza de que o tinham bem feito.Existem mais de 40 desses quadros espalhados pelo mundo,talvez voce possa ter visto algum,em uma casa que entrou ou na sua propria.

Esta postagem e antes de tudo um aviso para os que possuem tais obras se livrem das mesmas

Tais pinturas levaram familias a destruiçao total e caso voce duvide da veracidade de minhas palavras, o convido a imprimir os quadros e pendura-los em sua casa.Algo que o proprio autor desaconselha.